.Justiceiro Social

O Blog Justiceiro Social, foi idealizado como um espaço que irá estar sempre actualizado com a realidade social. Será um espaço de entrevistas, comentários, sugestões e diferentes visões da nossa sociedade actual. Desta forma pretendemos ser mais um suporte para todos aqueles que se interessam com o presente e o futuro da nossa sociedade

.Justiças nº

Counter
Free Counter

.posts recentes

. Políticas Sociais para a ...

. ENVELHECIMENTO DEMOGRÁFIC...

. O ENVELHECIMENTO

. RELAÇÕES INTERPESSOAIS

. MIL VISITAS

. TRAUMAS DO BULLYING - mau...

. A pobreza em Portugal

. Factores e causas da Pobr...

. Ajude a ajudar

. Sondagem para aferir a vi...

.arquivos

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.Super sugestões / Comentários Sociais

Guestbook Reserve-se no direito de adicionar comentários ou sugestões

.Lições Sociais

Segunda-feira, 7 de Abril de 2008

A pobreza em Portugal

A pobreza, enquanto “fenómeno resultante da escassez de recursos para fazer face às necessidades básicas e padrão de vida da sociedade actual, manifesta-se em Portugal como um fenómeno que tem origem no desenvolvimento do país e na adaptação ao rápido processo de modernização registado nas últimas décadas” (PNAI 2006 – 2008).
De acordo com os dados do INE, em 2004, cerca de 21% da população portuguesa vivia abaixo do limiar de pobreza; 12,4% da população activa ganhava o salário mínimo nacional; 7,2% da população activa estava desempregada; e 147332 de pessoas recebem o RSI.
“O risco de pobreza varia entre sexos. A maior incidência
de baixos rendimentos nas mulheres conduz, em Portugal, à semelhança da generalidade dos países, ao fenómeno de feminização da pobreza. Em 2004, 22% das mulheres estavam em situação de pobreza, contra 20% dos homens, sendo as mulheres a apresentar sistematicamente um risco de pobreza mais elevado desde 1995” (PNAI).
A população portuguesa é maioritariamente envelhecida, e pressupostamente detentora de reformas ou pensões sociais que “sejam” uma percentagem significativa do PIB. O problema é que cada vez mais esse nível de idosos aumenta e a taxa de natalidade diminui, levando a que, daqui a alguns anos não haverá dinheiro suficiente para ajudar a todos. Por outro lado, crescem as desigualdades entre pobres e ricos.
A pobreza tem vindo a ocupar um lugar de destaque nas agendas políticas do nosso país, pelo que têm vindo a ser criados novos programas de ajuda a esses indivíduos, isto de forma a auxiliar os grupos sociais mais afectados e numa emergente situação de exclusão social. Dos quais se frisam os desempregados de longa duração, os imigrantes, as famílias numerosas e/ou com poucos recursos, jovens em risco, pessoas apanhadas pelas teias da pequena criminalidade.
publicado por CSPS às 11:45
link do post | comentar | favorito
|

.EXPRESSE A SUA OPINIÃO

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Justiceiro Social Pessoal