.Justiceiro Social

O Blog Justiceiro Social, foi idealizado como um espaço que irá estar sempre actualizado com a realidade social. Será um espaço de entrevistas, comentários, sugestões e diferentes visões da nossa sociedade actual. Desta forma pretendemos ser mais um suporte para todos aqueles que se interessam com o presente e o futuro da nossa sociedade

.posts recentes

. Políticas Sociais para a ...

. ENVELHECIMENTO DEMOGRÁFIC...

. O ENVELHECIMENTO

. RELAÇÕES INTERPESSOAIS

. MIL VISITAS

. TRAUMAS DO BULLYING - mau...

. A pobreza em Portugal

. Factores e causas da Pobr...

. Ajude a ajudar

. Sondagem para aferir a vi...

.arquivos

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Imigrantes Romenos em Portugal

Portugal foi, durante séculos, um país, onde a maior parte da sua população se viu forçada a emigrar para poder sobreviver, o que ainda continua a acontecer. No entanto, nos vinte últimos anos, Portugal tornou-se, também, num destino para muito imigrantes.  Até aos anos noventa, foi, sobretudo, procurado por habitantes dos países lusófonos, mas a última vaga, em finais dos anos noventa, provém dos países da Europa de Leste, com destaque para a Ucrânia, Moldávia, Rússia e Roménia. Esta imigração deveu-se, principalmente, ao facto dos países do norte da Europa terem nos últimos anos fechado as suas fronteiras. Os países do sul da Europa, como Portugal revelam crescentes carências de mão-de-obra. Redes de trabalho clandestinas alimentam o sector da construção civil em franca expansão. Muitos destes imigrantes esperam encontrar em Portugal, uma porta de entrada para outros países europeus, sobretudo depois de ter sido estabelecido o espaço Schengen (1998).

Os imigrantes vindos do leste da  Europa são um conjunto de comunidades relativamente recentes. Os primeiros que, aqui, chegaram foram ciganos vindos da Roménia, logo após a queda do Muro de Berlim (1989). A grande vaga ocorreu depois de 2000. Estima-se que estejam, em Portugal, 8.815 cidadãos romenos.

Ao contrário das restantes comunidades de imigrantes, em vez de se concentrarem em áreas geográficas definidas, espalharam-se por todo o país, desde as principais cidades do litoral às pequenas aldeias do interior. Foram à procura de trabalho e não seleccionaram os locais.

Contudo, a vaga de imigrantes Romenos levantou novos problemas como:

    • Crime organizado – A imigração do leste foi acompanhada pela instalação, em Portugal, de verdadeiras máfias que operam de forma extremamente violenta, o que terá contribuído para o aumento da criminalidade organizada. Estas máfias procuram controlar estes imigrantes. Excepto alguns casos, estas máfias tem-se limitado a actuar junta das próprias comunidades de imigrantes romenas, extorquindo-lhes dinheiro. A morte de muitos destes imigrantes tem sido atribuída à acção destes mafiosos, onde actuam também portugueses.  

    • Tráfico de seres humanos - Uma verdadeira rede de tráfico de mulheres de leste para a prostituição está estabelecida em toda a Europa, Portugal não foge à regra. Muitas, destas mulheres, são trazidas por máfias romenas. Para além deste tráfico, regista-se um aumento do número de casos de venda de crianças por ciganos romenos.  

    • Mendicidade – A mendicidade em Portugal não é um fenómeno recente, mas a verdade é que conheceu um aumento muito significativo a partir dos anos 90 com a entrada milhares de ciganos romenos. Estão neste momento espalhados por todo o país e operam em grupos organizados, utilizando com frequência crianças e deficientes.

    Como já foi referido, há famílias romenas a utilizar crianças para mendigar nas ruas, colocando em perigo a saúde destas crianças. É frequente, encontrarem-se mulheres a vaguear com crianças ao colo, numa tentativa de sensibilizar os que por elas passam. Oriundos da Roménia, estas famílias de etnia cigana entram, quase sempre, no País com um Visto de Turista. Depois, espalham-se pelas principais cidades, fazendo da mão estendida o primeiro passo para o seu sustento.” Muitas vezes, repetem, em Portugal, o comportamento a que as condições difíceis nos bairros degradadíssimos da Roménia os obrigavam. Pelo que, algumas estão em acampamentos, outras em barracas ou casas alugadas, mas sempre “em movimento”, com medo dos agentes do SEF.

    No entanto, a mendicidade não é crime, mas a exploração de menores para a sua prática é, pelo que deveriam ser criadas mais respostas a nível de acolhimento temporário, para que as crianças fiquem lá algum tempo, a receber os cuidados de saúde e alimentação apropriados.

    Contudo, os “cidadãos romenos podem entrar sem Visto no nosso país, podendo aqui permanecer por 3 meses (prorrogáveis até dois períodos de 3 meses). Não sendo a mendicidade um crime e tratando-se do único sustento destas famílias, a resolução desta situação assume contornos muito complexos. “ (ACIME). Por isto, o ACIME constituiu em 2002, um grupo de trabalho para tentar solucionar este problema.

     

publicado por CSPS às 14:40
link do post | favorito
De PEDRO a 23 de Maio de 2009 às 20:11
Há uma grande diferença....Julgar As Pessoas??colocar todos no mesmo barco??Pesquisa em Português sobre a romania......:):)axo que voçe precisa pedir desculpas ......Prazer, eu sou humano e sou romeno nada mais que isso, tenho minhas falhas, tenho meus erros, e cometo meus absurdos mas gosto RESPEITO.....RESPEITA O MEU PAIS.......O RESPEITO E GOSTO MUITO DO TEU...OBRIGADO.....

De José Antonio a 11 de Novembro de 2011 às 03:52
Parabéns! Além de ter um conhecimento a respeito dos Romenos, li tudo a respeito deles que vc citou! Não tenho nada contra os Romenos, aliás nada contra a nacionalidade de quem quer que seja, por acaso li um comentario de uma pessoa dizendo que arrendou uma casa para uma familia de 3 Brasileiros e foram para lá 15. Pode até ser que tenha acontecido o roubo da maquina de lavar; Mas será que aconteceu mesmo??? Sou Brsileiro, vivo em Portugal a 7 anos. Adoro e Amo Portugal, sou muito respeitado e considerado profissionalmente, respeito as pessoas e o Pais pela qual onde optei por viver, e trabalhar. No principio vivi em um res de chão de cinco quartos com mais outras 4 pessoas. A arrendatária do apartamento, que ali ainda vive a muito tempo, sub-locava e sub-loca o que não era dela, que no entanto pagava a verdadeira proprietaria do imóvel um valor de 50euros mes . E faturava um valor de 1500euros/mes em cima dos que ali arrendavam quartos com essa srª Portuguesa! que além de morar conosco, ainda roubava nossas comidas! E sempre que alguém terminava seu doutoramento, e iam a sua vida, era sempre acusado por ela que: "Fui roubada" Inclusive, morou uma Médica Dentista da Moldavia que estava fazendo um doutoramento em sua area profissional, uma excelente e amavel pessoa, até a Drª foi acusada de roubo por essa srª portuguesa, que só sabia acusar e dizer que todos a roubavam e que ninguém prestava. Quando terminei meu curso de um ano e meio em Coimbra, também fui acusado de roubo por ela quando sai. Apesar de ter vivido ali por um ano e meio naquele lugar, sempre ouvindo a mesma coisa " FUI ROUBADA". Enfim ja sabia que ia ouvir isso por parte dela, acusando as pessoas quando terminavam seus cursos, não dei muita confiança. Logo disse a ela: Imagino o que a Srª irá dizer de mim? Vai dizer que te roubei a casa inteira! Afinal foi dito e feito! Enfim, pelo que vivi e presenciei inumeras vezes a atitude dessa srª que só sabia ACUSAR e DENIGRIR a imagem dos outros! E isso presenciei muitas vezes essa atitude por parte dessa srª! Atualmente, tenho meu apartamento onde vivo a 5 anos, nunca tive nenhum problema por falta de pagamento ou por qualquer outro motivo que seja! Atualmente arrendei um quarto a um trabalhador Romeno em minha casa, uma excelente pessoa, recebi-o muito bem, e não tenho nada a dizer em relação a pessoa dele no que quer que seja, até admiro o tempo arduo de trabalho duro e os compromissos dele. IMPECAVEL! Gente má, ha em todo lado no mundo, ja tive o prazer e o desprazer de conhecer e conviver com os dois lados de certas pessoas! O BEM E O MAU! "AFINAL, QUEM ROUBA, SÃO AQUELES QUE SÓ SABEM ACUSAR E DENIGRIR A IMAGEM DOS OUTROS"! SÓ LAMENTO!!!
De José Antonio a 11 de Novembro de 2011 às 03:57
Parabéns Pedro pelos comentarios e seu respeito aos Romenos.
De Pedro a 2 de Janeiro de 2012 às 18:59
Nao tens qe me agradecer José Antonio .So disse da maneira que vi e conheci o meu povo. Agora como a Teresa disse que todo romeno rouba e anda a mendigar pelas estradas?:):))Acho que está errada ou tem um toque de racismo.Nao fomos nos que trazemos a pobreza aqui:):)Os imigrantes são já 6,7% dos inscritos na Segurança Social.No total,são 276 mil,e no ano passado contribuíram com 580,2 milhões de euros para o sistema.Dado que só “custaram” 264,2,o saldo é de 316 milhões de euros.Um“contributo positivo”,que contrasta com o défice global do sistema,salienta o coordenador deste estudo, o sociólogo João Peixoto.E que se deve sobretudo “à juventude demográfica” dos estrangeiros que procuram Portugal para viver e trabalhar.E s voltamos a realidade aqui nesta pagina aqui não valemos nada:):)Tudo de bom e desculpa s disse algo de errado. . .




Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Justiceiro Social Pessoal