.Justiceiro Social

O Blog Justiceiro Social, foi idealizado como um espaço que irá estar sempre actualizado com a realidade social. Será um espaço de entrevistas, comentários, sugestões e diferentes visões da nossa sociedade actual. Desta forma pretendemos ser mais um suporte para todos aqueles que se interessam com o presente e o futuro da nossa sociedade

.posts recentes

. Políticas Sociais para a ...

. ENVELHECIMENTO DEMOGRÁFIC...

. O ENVELHECIMENTO

. RELAÇÕES INTERPESSOAIS

. MIL VISITAS

. TRAUMAS DO BULLYING - mau...

. A pobreza em Portugal

. Factores e causas da Pobr...

. Ajude a ajudar

. Sondagem para aferir a vi...

.arquivos

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Imigrantes Romenos em Portugal

Portugal foi, durante séculos, um país, onde a maior parte da sua população se viu forçada a emigrar para poder sobreviver, o que ainda continua a acontecer. No entanto, nos vinte últimos anos, Portugal tornou-se, também, num destino para muito imigrantes.  Até aos anos noventa, foi, sobretudo, procurado por habitantes dos países lusófonos, mas a última vaga, em finais dos anos noventa, provém dos países da Europa de Leste, com destaque para a Ucrânia, Moldávia, Rússia e Roménia. Esta imigração deveu-se, principalmente, ao facto dos países do norte da Europa terem nos últimos anos fechado as suas fronteiras. Os países do sul da Europa, como Portugal revelam crescentes carências de mão-de-obra. Redes de trabalho clandestinas alimentam o sector da construção civil em franca expansão. Muitos destes imigrantes esperam encontrar em Portugal, uma porta de entrada para outros países europeus, sobretudo depois de ter sido estabelecido o espaço Schengen (1998).

Os imigrantes vindos do leste da  Europa são um conjunto de comunidades relativamente recentes. Os primeiros que, aqui, chegaram foram ciganos vindos da Roménia, logo após a queda do Muro de Berlim (1989). A grande vaga ocorreu depois de 2000. Estima-se que estejam, em Portugal, 8.815 cidadãos romenos.

Ao contrário das restantes comunidades de imigrantes, em vez de se concentrarem em áreas geográficas definidas, espalharam-se por todo o país, desde as principais cidades do litoral às pequenas aldeias do interior. Foram à procura de trabalho e não seleccionaram os locais.

Contudo, a vaga de imigrantes Romenos levantou novos problemas como:

    • Crime organizado – A imigração do leste foi acompanhada pela instalação, em Portugal, de verdadeiras máfias que operam de forma extremamente violenta, o que terá contribuído para o aumento da criminalidade organizada. Estas máfias procuram controlar estes imigrantes. Excepto alguns casos, estas máfias tem-se limitado a actuar junta das próprias comunidades de imigrantes romenas, extorquindo-lhes dinheiro. A morte de muitos destes imigrantes tem sido atribuída à acção destes mafiosos, onde actuam também portugueses.  

    • Tráfico de seres humanos - Uma verdadeira rede de tráfico de mulheres de leste para a prostituição está estabelecida em toda a Europa, Portugal não foge à regra. Muitas, destas mulheres, são trazidas por máfias romenas. Para além deste tráfico, regista-se um aumento do número de casos de venda de crianças por ciganos romenos.  

    • Mendicidade – A mendicidade em Portugal não é um fenómeno recente, mas a verdade é que conheceu um aumento muito significativo a partir dos anos 90 com a entrada milhares de ciganos romenos. Estão neste momento espalhados por todo o país e operam em grupos organizados, utilizando com frequência crianças e deficientes.

    Como já foi referido, há famílias romenas a utilizar crianças para mendigar nas ruas, colocando em perigo a saúde destas crianças. É frequente, encontrarem-se mulheres a vaguear com crianças ao colo, numa tentativa de sensibilizar os que por elas passam. Oriundos da Roménia, estas famílias de etnia cigana entram, quase sempre, no País com um Visto de Turista. Depois, espalham-se pelas principais cidades, fazendo da mão estendida o primeiro passo para o seu sustento.” Muitas vezes, repetem, em Portugal, o comportamento a que as condições difíceis nos bairros degradadíssimos da Roménia os obrigavam. Pelo que, algumas estão em acampamentos, outras em barracas ou casas alugadas, mas sempre “em movimento”, com medo dos agentes do SEF.

    No entanto, a mendicidade não é crime, mas a exploração de menores para a sua prática é, pelo que deveriam ser criadas mais respostas a nível de acolhimento temporário, para que as crianças fiquem lá algum tempo, a receber os cuidados de saúde e alimentação apropriados.

    Contudo, os “cidadãos romenos podem entrar sem Visto no nosso país, podendo aqui permanecer por 3 meses (prorrogáveis até dois períodos de 3 meses). Não sendo a mendicidade um crime e tratando-se do único sustento destas famílias, a resolução desta situação assume contornos muito complexos. “ (ACIME). Por isto, o ACIME constituiu em 2002, um grupo de trabalho para tentar solucionar este problema.

     

publicado por CSPS às 14:40
link do post | comentar | favorito
180 comentários:
De TeresaSousa a 7 de Março de 2008 às 00:38
Relativamente à imigração romena é de frisar que o crescente aumento de Romenos, em Portugal, é de facto preocupante, visto ser uma população que, na sua maioria, vive da mendicidade, sendo frequente encontrar homens, mulheres e crianças pelas ruas com o Borda-d’água e Revista CAIS na mão.
De entre os Romenos, há os que os que são lutadores e esforçados, procurando trabalho e os que se acomodam, preferindo o caminho mais fácil, como mendigar e traficar seres humanos, incentivando outros compatriotas a virem para Portugal, daí que seja frequente encontrar-se Romenos que referem ter dívidas para com outros e serem alvo de ameaças por parte destes.
A integração das crianças na rede escolar é outra problemática com que os serviços se deparam, no entanto, vão-se vencendo barreiras, na medida em que há todo um trabalho de articulação por parte das instituições com a escola e família. Verifica-se que os pais vão acatando as mensagens que os Técnicos lhes vão passando, daí que haja, já, turmas para crianças romenas.
É de referir que com a adesão da Roménia à UE, passou a haver livre circulação destes no espaço europeu. No entanto, o acesso ao mercado de trabalho ainda está condicionado, mas será que este tipo de população conseguirá inserir-se no mercado de trabalho ou continuará a mendigar?........
Não nos esqueçamos que o preconceito em relação aos Romenos existe e persiste!......

Parabéns pelo Blog, pelo que vejo será um bom espaço não só de partilha de experiências como suporte de investigação e consolidação de conhecimentos.
De Mirela Leta a 19 de Julho de 2008 às 12:00
Ola......sou romena, mesmo romena e eu acho que nos, quero diser que os portugheses estou culpados para els estar asi.uero diser que se nos nao le dava esmola eles nao anda-vom a pedir.Por isto inquanto nos vamos dar dineiro de graça...ainda vom pedir e vou traser mais ciganos qua aqui em portugal tudo e de graça.
Desculpe-me mas eu penso asi.

Sinceramente,
Mirela.
De liliana a 8 de Maio de 2009 às 03:29
sabias que os portugueses sabe que os ciganos foram criados em romenia?eles não sabe que e um povo nómada de 500 anos e que este povo vem dos lados da índias tens muita razao.
De Diana a 12 de Novembro de 2008 às 00:15
Olá!

Sou Romena e vivi em Portugal por um ano e meio - fazer um estágio de trabalho em finanças - e queria dizer que é grande pena que ainda existem preconceitos em relação aos Romenos em Portugal - em geral.

É verdade que uma parte de eles - em princípio ciganos - vive da mendicidade, mas esta parte não é a maioria da população Romena em Portugal. A maioria são as Romenos que trabalham, talvez não tantos na área das finanças, mas numas áreas mais modestas como obras, limpeza, colheita de frutas etc.

E se o mercado de trabalho não será condicionado, os Romenos honestos - que teriam querido de vir e trabalhar em Portugal, mas não poderiam - finalmente teriam este direito. E talvez assim os preconceitos começarão de desaparecer em tempo. Infelizmente a situação actual - com as restrições no mercado do trabalho - não está atrair muito esta categoria de população.

Espero que Portugal tomará uma decisão justa - em respeito aos restrições - no início do 2009.
De liliana a 8 de Maio de 2009 às 03:45
eu sou romena e vivo em portugal de 7anos e tenho im flho nasido aqui.poso dizer que tive de lutar todos dias para conseguir alguns direitos para me e o meu filho.mas mesmo asim somos marginalizados excluidos e muitos vezes atirou-me as palavras .esta e sou para africanos das antigas colonias portuguezas ou so para brazilieros.mas para pagar obrigaçoes para estado nunca nao me esquse.toda esta defamaçao contra os romenos esta bem mantida con ajuda de mass media e de facto que o estado romeno anda a lutar por direitos dos ciganos mas nao faz nada para os romenos.
De anonimo a 31 de Janeiro de 2013 às 17:45
não sabes escrever romena burra
De Anónimo a 16 de Fevereiro de 2014 às 12:02
mas tu sabes escrever romeno. ela tem um ponto a tua frente. burro

De Marta Portugal a 6 de Novembro de 2011 às 01:01

Olá, sou Marta, portuguesa e estudo danças rom da Romenia. Na minha opinião, estes preconceitos existem devido há falta de conhecimento e falta de interesse por parte de muitos portugueses acerca da comunidade romena em Portugal. É fácil catalogar pessoas e" meter todas no mesmo saco". Felizmente existem algumas associações que se ocupam de estar mais perto das diferentes  situações e realidadades e, apesar das estatísticas poderem generalizar situações, cada caso é um caso. Catalogar comunidades traduz se num desinteresse pelas mesmas. Quando falo na comunidade romena, falo também na comunidade rom romena porque também, quem se preocupa e  conhece, sabe que dentro da comunidade rom romena , existem inúmeros grupos com formas distintas de valores e vivências e há sim grupos de mendicidade, mas também há grupos de roms trabalhadores nas diferentes artes que fazem parte da sua cultura e da sua história. Por assim dizer, defendo que, quer sejam romenos, portugueses, roms, cada caso é um caso e deveria ser nosso dever perceber que os preconceitos são resultado de uma influência social de informação generalizada e portanto injusta.
De liliana a 8 de Maio de 2009 às 03:55
e melhor falar dos brasilieros.do quantia e do qualidade deles.voce nao sabes nada dos romenos.estas a confundir os ciganos da rua a pedir esmola com maioria dos romenos que trabalhe onest.para sua cultura e melhor visitar romenia e conhecer os romenos nao ciganos.
De pedro a 29 de Maio de 2009 às 09:12
TeresaSousa????encontras homens, mulheres e crianças pelas ruas com o Borda-d’água e Revista CAIS na mão??Romenos??:):):)Você não sabe, não fala….Quem ANDA pelas ruas com o Borda-d’água e Revista CAIS na mão sao portugueses.Pergunta e vais saber.... PESSOAS QUE ANDAM EM CASAS DE RECUPERAÇAO PARA DROGADOS ....:):):)Da uma olhada ao teu redor ....

De PEDRO a 29 de Maio de 2009 às 09:40
Você gosta dos ciganos, caro leitor, cara leitora?Em relação a eles podemos ter estas opções: odiá-los, amá-los, ignorá-los. Eu prefiro amá-los. Sabe por quê? Porque eles são o povo mais excluído da terra e eu me identifico com eles. Quem nunca foi excluído? Na escola? No trabalho? Numa festa... Eu sempre me senti excluído, desde criança. Agora, imagine o povo cigano que sofre exclusão milenar... O povo que não se curva à burocracia, não tem armas nacionais, selos ou símbolos de qualquer natureza, mas respeitam os valores do país que os acolhe. Agora, na ONU, consideraram eles oriundos da Índia; outros criaram uma bandeira e hino para eles, não sei se vai pegar. Ciganos são totalmente desligados de coisas como residências fixas. Podem até morar em palácios, contudo, mantêm a alma cigana nômade. Não se ligam a governos, reis, eleições, enfim, livres como pássaros no céu. Vivem muito bem sob tendas. Gostam de dinheiro, sim, gostam de negociar, sim! Afinal precisam viver, e o mundo é duro...São jogados daqui para ali, sem qualquer consideração das autoridades, sem qualquer assistência social, sem médicos, nem instrução e sem apoio algum. Não se lembra das palavras de Jesus??: Vinde a mim eu vos aliviarei!Onde estão os que se intitulam representantes do Padre Eterno? Onde estão os cristãos?Onde a caridade? Eu invejo os ciganos pela capacidade de sobrevivência sob fatores tão adversos. Eu quero e não posso ser um deles, a sociedade não me permite, mas se eu fosse cigano, seria uma honra para mim. Você já viu um cigano seqüestrador? Já viu um cigano assaltante de bancos? Já viu criança cigana abandonada? Já viu velho cigano abandonado? Aqueles que falam mal dos ciganos, que liguem o ‘desconfiômetro’, devem levar em conta que eles, os ciganos, são espelhos de nós mesmos.Vocês me entende?... [Se você vê no cigano um homem desprezível, você é também desprezível; porém, se vê um homem bom, você é bom. É o fator espelho, meu caro]. Seja livre (no íntimo) como um cigano! Somente assim será feliz. Por último, não menos importante, procure imitar Jesus, o verdadeiro Salvador e também o maior dos ciganos. Foi Ele que disse: Amai-vos uns aos outros. Lembra-te ainda de que somos partículas de Deus, O Grande Arquiteto do Universo.



Um povo que nunca declarou guerra, porque os ciganos, nunca tivérom necessidade de ter um território,não eliminarom nem empurrarão outras populações para se instalar em seu lugar.


Agora sim tá tudo dito,TeresaSousa!!!
De mirela a 15 de Julho de 2009 às 14:38
eu acho que voçes n podem colocar todos romenos na mesma ,,panela,,.. tou aqui há 7 anos e sempre trabalhei,nunca medingei,nunca robei e não fiz prostituição..estou uma pessoa culta, c cursos superiores assim como somos muitos .Essa e uma ideea erada da parte dos portuguses
De marinela a 23 de Julho de 2009 às 02:12
e uma pena voce pensar isso sobre os rumenos....nos nao somos assim como voce diz .Somos um povo como outro qualquer em todo lado do mundo encontrause pessoas boas e pessoas mas,nao vale a pena generalizar as coisas.ha muintos ciganos portuguesas que sao uma desgraça ha tantos brasileiros que nao fazem nada ha tantas portugusas preguisoças que nao conseguem nem lavar um prato ......pois pois pra isso tamos nos as rumenas trabalhamos em limpezas para o povo portugues porque nao se veem portuguesas ha fazer limpezas ........querem saber porque..?.....porque se acham importantes e afinal sao umas grandes porcas.eu sou rumena mas estou casada com um portugues e nao me arrependo porque nem toda gente e ma.voçe dona teresa deve viver num mundo de preconceito agora tudo e diferente nao vale apena falar mal de rumenos nem de ucranianos nem de moldavos porque o seu povo nao e melhor .......pode ter a certeza disso............todos somos iguais afinal
De TeresaSousa a 23 de Julho de 2009 às 16:13
Boa Tarde!
Como Já referi anteriormente, falei com fundamento de causa, da realidade que conheço e sempre frisei que há excepções, como é obvio em todos os países há pessoas que são trabalhadoras e outras que preferem acomodar-se, não lutando pela vida.
Lamento ter gerado tanta confusão, apenas comentei uma realidade que existe e persiste e que é preocupante.
No entanto, volto a repetir-me dizendo que há excepções , nunca foi minha intenção ofender ninguém apenas constatar uma realidade que me preocupa. Mas todos sabemos que há romenos que são trabalhadores assim como há portugueses que não o são.
Quando fiz o comentário, foi relativamente aquele tema como poderia ter sido sobre Romenos que vingam na vida, tendo vários êxitos, contudo foquei outro tema.
De Pedro a 15 de Agosto de 2009 às 16:51
Teresasousa..................


Estrangeiros não são mais criminosos do que os portugueses--


Pena suspensa para mulher que matou e congelou o filho.......Uma mulher que estrangulou e congelou o filho recém-nascido porque estava deprimida foi condenada a quatro anos de pena suspensa, informa a agência Lusa.

O tribunal de Gaia condenou Adelaide S. a três anos e seis meses pelo crime de infanticídio e um ano pelo crime de ocultação de cadáver o que, em cúmulo jurídico, resulta numa pena de quatro anos de prisão com pena suspensa por igual período. A arguida fica ainda obrigada a ser acompanhada por psiquiatra e reinserção social.

A arguida estava inicialmente acusada pelo Ministério Público de homicídio qualificado, mas o tribunal decidiu-se por uma alteração não substancial dos factos já que não ficou provada a premeditação do crime ou a ocultação da gravidez.

Provou-se que a arguida «mantinha um estado de isolamento com negação da realidade», «estava deprimida», com «dificuldade de lidar com pessoas» e sintomas de «angústia», referiu o juiz durante a leitura do acórdão.

«Tapou a boca e o nariz do bebé»

Ficou ainda provado que a 15 de Fevereiro de 2008, Adelaide S. sentiu contracções, foi à casa de banho e «com a ajuda da mão retirou o feto do útero», disse o juiz. Em seguida «tapou a boca e o nariz do bebé» o que levou à «morte por asfixia», acrescentou. O cadáver do recém-nascido foi depois escondido no congelador para «ser confundido com um qualquer alimento», referia um ponto da acusação, dado, esta quarta-feira, como provado.

A arguida não esteve, esta quarta-feira, presente na leitura do veredicto por se encontrar internada no hospital depois de, na segunda-feira, ter dado à luz mais um filho.

Adelaide S. tinha já três filhos à data dos factos: uma menina de três anos e dois meninos com 8 e 15 anos.

À saída, o advogado de defesa, Rui Seara, considerou os quatro anos de prisão suspensos «uma pena mais do que razoável mediante o que foi provado».

De Pedro a 16 de Agosto de 2009 às 07:07
Onde quero Chegar Teresa??? A lei portuguesa e fraca .. A lei permite: O tribunal de Gaia condenou a quatro anos de pena suspensa a mulher que em Fevereiro de 2008 estrangulou o filho recém-nascido e o congelou porque estava deprimida.Mulheres Deprimidas???Vamos todos fazer o mesmo "Porque a lei permite ?"Se o tivesse descongelado e cozinhado ia presa ou ganhava algum prémio gastronómico ?A lei permite:):) Uma pessoa rouba um peixe congelado por ter fome e apanha 2 meses de prisao???Porque?A lei permite:):)A Casa Pia de Lisboa é um Instituto Público que tem como missão a promoção dos direitos e a protecção das crianças e jovens???Ou fornecedores de menores às casas de prostituição??:):)Nao tinha ninguem la dentro,Porque???A lei permite:):):)PORTUGAL País das Maravilhas:):):):):)
De Pedro a 16 de Agosto de 2009 às 07:14
Teresa Teresa:):):):)Uma bela historia para ti cigana andaluza:):):):)O povo cigano tem em sua tradição a fama de mágico, misterioso e dono de grande sabedoria nas artes adivinhatórias.
As mulheres são vistas como modelo de sensualidade e sensibilidade, os homens de virilidade e magnetismo.
A música cigana tem, sem a menor dúvida, uma melodia que alimenta nossas fantasias e a dança é um tributo a alegria, a sensualidade, mas a música e a dança cigana são muito mais do que isso.
Eles vieram das estrelas diretamente para o interior da terra e, após um período de adaptação, subiram à superfície.
E até hoje, os Ciganos esperam pelo momento de regressar ao Cosmo. Nada mais pode ser contado sobre essa história, pois se trata de um dos seus "segredos" mais bem preservados.
A história registra seu aparecimento há mais de 3.000 anos, ao norte da Índia, na região de Gujaratna localizada na margem direita do Rio Send (atual Meganistão).
Mas, entre 950 e 1000 d.e., fugindo das guerras e dos invasores estrangeiros (inclusive de Tamerian, descendente de Gengis Khan), as tribos se mudaram para o Egito (daí o nome "gypsies" em inglês e "gitanos" em espanhol, que significa egípcio).
De lá partiram em duas direções: O grupo Pechen atingiu a Europa através da Grécia; o Beni chegou até a Síria e a Palestina.
Daí surgiu diversos clãs: o Kalê (da Península Ibérica); o Hoharano (da Turquia); o Matchuaiya (da Iugoslávia); o Moldovan (da Rússia) e o Kalderash (da Romênia).Seus nomes se latinizaram (de Sindel para Miguel; de András para André; de Pamuel para Manuel, etc.). Em 1447, estavam entrando em solo espanhol e se chamavam "ruma calk" (que significa homem dos tempos) e falavam o Caló (um dialeto indiano oriundo da região do Maharata). Traziam consigo a música, a dança, as palmas, as batidas dos pés e o ritmo quente do "flamenco", que se origina do árabe "felco" (camponês) e "mengu" (fugitivo). E desde o séc. XVIII passou a ser sinônimo de "cigano andaluz".
No Brasil, estima-se que os Ciganos começaram a chegar ao século XVI, nos estados da Bahia e de Minas Gerais, ainda nos tempos da colônia.
No século XVIII foram vistos em São Paulo, mas foram expulsos da cidade. Mas, no século XIX já estavam inseridos na população e eram aceitos pela classe alta.Em sua maioria, os ciganos são artistas (de muitas artes, inclusive a circense); e exímios ferreiros, fabricando seus próprios utensílios domésticos, suas jóias e suas selas.
São hábeis também manufaturando tachos, artesanato (principalmente em cobre - o metal nobre desse (povo), consertando panelas, vendendo cavalos, (atualmente vendem carros); fazendo e lendo as cartas ciganas para ver a "buena dicha" (boa sorte).
Na verdade cigano que se preza, antes de ler a mão, lê os olhos das pessoas (os espelhos da alma) e tocam seus pulsos (para sentirem o nível de vibração energética) e só então é que interpretam as linhas das mãos. A prática da Quiromancia não é interpretada como um mero sistema de adivinhação, mas, acima de tudo um inteligente esquema de orientação sobre o corpo, a mente e o espírito; sobre a saúde e o destino.
Tudo isso foi aprendido interagindo diretamente com a natureza.
De Pedro a 16 de Agosto de 2009 às 07:14
Muito antes da palavra "ecologia" ser conhecida, os ciganos já buscavam uma ampla harmonia entre o homem e a natureza, respeitando seus ciclos naturais e sua força geradora e provedora.
Isso explica o grande lema do Povo Cigano:
"O Céu é meu teto; a Terra é minha Pátria e a Liberdade é minha religião",
que traduz um espírito essencialmente nômade e livre dos condicionamentos das pessoas normais geralmente cerceadas pelos sistemas aos quais estão subjugadas.
O líder de cada grupo cigano chama-se Barô/Gagú e é quem preside a Kris Romanis (Conselho de Sentença, para o povo Rom) com suas próprias leis e códigos de ética e justiça, onde são resolvidas todas as contendas e esclarecidas todas as dúvidas entre os ciganos liderados pelos mais velhos.
O mestre de cura (ou xamã cigano) é um Kakú (homem ou mulher) que possui dons de grande paranormalidade.
Eles usam ervas, chás e toques curativos.
Os ciganos geralmente se reúnem em tribos para festejar os ritos de passagem: o Nascimento, a Morte, o Casamento e os Aniversários; e acreditam na Reencarnação (mas não incorporam nenhum espírito ou entidade).
Cantam e dançam na alegria e na tristeza, pois para o cigano a vida é uma festa e a natureza que o rodeia a mais bela e generosa anfitriã.
Onde quer que estejam os ciganos são logo reconhecidos pelas suas roupas e ornamentos, e, Principalmente seus hábitos ruidosos.
São um povo cheio de energia e grande dose de passionalidade.
São peculiares dentro do seu próprio código de ética; honra e justiça; senso, sentido e sentimento de liberdade que contagiam e incomodam qualquer sistema.
Estão sempre reunidos nos campos, nas praias, nas feiras e nas praças, sempre transmitindo sua cultura.
As crianças ciganas normalmente freqüentam até o Primeiro Grau nas escolas dos gadjés (não - ciganos), para aprenderem apenas a escrever o próprio nome e fazer as quatro operações aritméticas.
A maioria das crianças não vai à escola com receio do preconceito existente em relação a elas.
Os idosos e todos os membros do grupo educam as crianças de todos, dentro dos princípios e normas próprios de uma tradição puramente oral, cujos ensinamentos são passados de pai para filho ou de mestre para discípulo, através das histórias contadas e das músicas tocadas em tomo das fogueiras acesas e das barracas coloridas sempre montadas ao ar livre (mesmo no fundo do quintal das ricas mansões dos ciganos mais abastados).
Claro que com o acelerado processo de aculturação, um bom número de ciganos, disfarçadamente, está freqüentando as universidades e até ocupando cargos de importância na vida pública do país.
Alguns são médicos, dentistas, engenheiros, e advogados.
Porém os de maior expressão na sociedade são artistas plásticos, comerciantes, joalheiros e músicos famosos.
De Pedro a 3 de Julho de 2010 às 22:32
O pensador e mulheres de Cernavoda

Dois dos objetos mais interessantes pré-históricos encontrados no actual território romeno são chamados de "o pensador e" a mulher sentada "de Hamangia, que após a sua descoberta se tornou um símbolo da espiritualidade do país, através de sua popularização em selos , cartões postais, livros, anúncios, etc ..

Em primeiro lugar, estas não são do site do Hamangia (na província de Tulcea), mas Cernavoda (província Constanta), embora ambos sejam definidos para o Rio Danúbio.

Nos anos 50, ao norte da cidade, este último, famoso por suas instalações nucleares depois que foram descobertos vários vestígios arqueológicos, incluindo um grande cemitério neolítico.

A descoberta foi feita pelas obras do canal do Danúbio-Mar Negro, que nasce na cidade de Cernavoda.

Devido à erosão do solo natural, esses restos estiveram na base de uma colina, embora não fosse esta a sua posição inicial, e os objetos dos túmulos são misturados.

Durante a escavação 1956 são muitas partes do corpo, os vasos de cerâmica, entre elas, as duas figuras acima.

A primeira das estátuas encontradas mostra um homem sentado com os cotovelos sobre os joelhos, segurando a cabeça entre as mãos.

Sua atitude de concentração e meditação é muito expressivo, stylized triângulo plano, com detalhes marcado como o rastreamento das palmas das mãos no rosto.

Junto com isso, verificou-se que de uma mulher, também nus, arredondado, do tipo de deusa mãe, em uma posição incomum, uma perna estendida e um dobrado. Ambas piezas estan dotadas de una gran plasticidad. Ambas as peças estão equipados com uma grande plasticidade.


As duas figuras descoberto em Cernavoda estão entre as expressões mais antigas e belas artístico do homem.

Ninguém sabe exatamente o significado das representações, nem se as duas figuras foram concebidas como parte de um pacote ou como peças individuais.

Acredita-se que as mulheres têm relação com a fertilidade, estatuetas como sendo comum na pré-história humana.

A parte do sexo masculino, no entanto, é bastante original, e não existem eventos semelhantes em outras culturas .

Era chamado de "o pensador", porque parece que a expressão ea postura de indicar, como dito acima, a meditação e concentração, embora outras teorias acreditam que poderia representar a dor ou luto.


O pensador de Cernavoda é bem conhecida em todo o mundo, talvez para os mais prestigiados da cultura romena.


Ambas as estátuas foram colocadas pela UNESCO em 5 º lugar na classificação dos 10 artefatos mais importantes da história cultural da humanidade, e em 2000 uma comissão da NASA decidiu que uma réplica do "pensador" de viagem, juntamente com outros objetos que representam, como um símbolo da cultura humana na sonda espacial Voyager IV.



Ambos foram detidos por quase 7.000 anos, e parte da cultura conhecida como d Hamangia.


Esta foi uma cultura neolítica Dobruja médio (Bulgária e Roménia), no norte dos Balcãs, que incluía a área do Danúbio, cujo desenvolvimento começa no segundo semestre de 6000 a. C. C. Recibe el nombre del lugar Baia-Hamangia. Lugar chamado Baia-Hamangia.



As características da cultura de produção foram Hamangia decorativos vasos de cerâmica em terracota decorados com figuras de desenho geométrico complexo humana e expressão de uma profunda espiritualidade, em contraste com a vida cotidiana.

Em particular, as duas figuras que falamos neste post, que são consideradas obras-primas da arte do Neolítico.


Ele está agora no Museu Nacional de História da Romênia, em Bucareste...
De laurentiu daniel a 18 de Setembro de 2012 às 11:48
ola ! meu nome e daniel .problema maior que o portugal se confronta e que nao a lei que da autoridade para expulzar o liso que estamos a ver todos dias nas ruas da lisboa ,porto i algarve .agora a un exemplo bem visto da franca mas o portugal nao e suficiete forte para limpar o pais.outra problema e que nao a 2 panelas para separar o mau de bem,e todos rumenos estao a ferver na mesma panela.esta erado .o pais e cada dia mais fraco, sem poder,e uma pena que o portugal ,e melhor pais para viver na europa si agenta trabalha.mas nao a trabalho.quero com todo coracao que a vida vai melhorar mas o allemania esta a impedir todos os paises to redresar.
De Pedro a 3 de Julho de 2010 às 22:34
O pensador e mulheres de Cernavoda

Dois dos objetos mais interessantes pré-históricos encontrados no actual território romeno são chamados de "o pensador e" a mulher sentada "de Hamangia, que após a sua descoberta se tornou um símbolo da espiritualidade do país, através de sua popularização em selos , cartões postais, livros, anúncios, etc ..

Em primeiro lugar, estas não são do site do Hamangia (na província de Tulcea), mas Cernavoda (província Constanta), embora ambos sejam definidos para o Rio Danúbio.

Nos anos 50, ao norte da cidade, este último, famoso por suas instalações nucleares depois que foram descobertos vários vestígios arqueológicos, incluindo um grande cemitério neolítico.

A descoberta foi feita pelas obras do canal do Danúbio-Mar Negro, que nasce na cidade de Cernavoda.

Devido à erosão do solo natural, esses restos estiveram na base de uma colina, embora não fosse esta a sua posição inicial, e os objetos dos túmulos são misturados.

Durante a escavação 1956 são muitas partes do corpo, os vasos de cerâmica, entre elas, as duas figuras acima.

A primeira das estátuas encontradas mostra um homem sentado com os cotovelos sobre os joelhos, segurando a cabeça entre as mãos.

Sua atitude de concentração e meditação é muito expressivo, stylized triângulo plano, com detalhes marcado como o rastreamento das palmas das mãos no rosto.

Junto com isso, verificou-se que de uma mulher, também nus, arredondado, do tipo de deusa mãe, em uma posição incomum, uma perna estendida e um dobrado. Ambas piezas estan dotadas de una gran plasticidad. Ambas as peças estão equipados com uma grande plasticidade.


As duas figuras descoberto em Cernavoda estão entre as expressões mais antigas e belas artístico do homem.

Ninguém sabe exatamente o significado das representações, nem se as duas figuras foram concebidas como parte de um pacote ou como peças individuais.

Acredita-se que as mulheres têm relação com a fertilidade, estatuetas como sendo comum na pré-história humana.

A parte do sexo masculino, no entanto, é bastante original, e não existem eventos semelhantes em outras culturas .

Era chamado de "o pensador", porque parece que a expressão ea postura de indicar, como dito acima, a meditação e concentração, embora outras teorias acreditam que poderia representar a dor ou luto.


O pensador de Cernavoda é bem conhecida em todo o mundo, talvez para os mais prestigiados da cultura romena.


Ambas as estátuas foram colocadas pela UNESCO em 5 º lugar na classificação dos 10 artefatos mais importantes da história cultural da humanidade, e em 2000 uma comissão da NASA decidiu que uma réplica do "pensador" de viagem, juntamente com outros objetos que representam, como um símbolo da cultura humana na sonda espacial Voyager IV.



Ambos foram detidos por quase 7.000 anos, e parte da cultura conhecida como d Hamangia.


Esta foi uma cultura neolítica Dobruja médio (Bulgária e Roménia), no norte dos Balcãs, que incluía a área do Danúbio, cujo desenvolvimento começa no segundo semestre de 6000 a. C. C. Recibe el nombre del lugar Baia-Hamangia. Lugar chamado Baia-Hamangia.



As características da cultura de produção foram Hamangia decorativos vasos de cerâmica em terracota decorados com figuras de desenho geométrico complexo humana e expressão de uma profunda espiritualidade, em contraste com a vida cotidiana.

Em particular, as duas figuras que falamos neste post, que são consideradas obras-primas da arte do Neolítico.


Ele está agora no Museu Nacional de História da Romênia, em Bucareste...

De Pedro a 23 de Abril de 2011 às 22:57
Sarbatoarea Sfanta a Invierii Domnului sa reverse asupra voastra sanatate,belsug si bucurii,iar Lumina din Noaptea Sfanta sa va ridice sufletele spre noi trepte spiritoale si sa va calauzeasca pasii pe drumul vietii.Bucuria vine din lucruri marunte,linistea vine din suflet,caldura sufleteasca vine din inimile voastre." Sarbatori Fericite! Fie ca Lumina invierii Domnului sa te calauzeasca pretutindeni.Iti doresc un Paste fericit si binecuvantat.Invierea este un act divin ce da o noua existenta firii noastre.Un fapt care ne priveste pe noi,ne este data sa o dobandim si s-o intelegem.Fie ca astfel sa devenim mai curati si mai buni....Hristos a Inviat! Dincolo de petreceri,de cadouri... Se afla adevarata semnificatie a Pastelui... Iti doresc liniste,dragoste,bucurie...de Sarbatori si tot anul! Cred in prieteni...in vindecarea adusa de lacrimi,rasete si povesti impartasite si in legaturile formate din incredere si adevar.Cred in puterea mainii ce o strange pe alta in clipe de durere si in miracolul zambetelor si imbratisarilor spontane.Paste mielul fericit,oul sade inrosit,de rusine s-a scumpit,iar iubitul iepuroi sa-ti aduca euroi,fericire,sanatate,mult noroc si spor la toate.Sarbatori fericite alaturi de cei dragi,sa aveti parte de multa caldura in suflet si in casa,bucuri... Paste Fericit
De Anónimo a 13 de Julho de 2013 às 19:16
Está muito enganada, há muitas portuguesas a trabalhar nas limpezas, na cozinha como cozinheiras, ajudantes e copeiras. Mais acrescento que além destas actividades duras ainda há mulheres portuguesas também nas obras. E se nunca as viu, abra os olhos, porque anda a dormir. Já agora, estar a chamar porcas ás portuguesas é quase o mesmo que estar a cuspir no prato em que come, uma vez que está no nosso pais que a acolheu. Qualquer uma dessas portuguesas a que está a chamar porca poderá estar a dar-lhe trabalho, já pensou nisto? Se não o fez, é bom que pense bem da próxima vez que o fizer, pois poderá arrepender-se.
De Pedro a 3 de Julho de 2010 às 22:21
TeresaSousa ..........O pensador e mulheres de Cernavoda..Essa estátua é Made in Romania .....Tenho certeza que Não sabe A HISTORIA :O Pensador e a "Mulher Sentada"..
De Anónimo a 3 de Janeiro de 2011 às 13:36
Em resposta a Teresa Sousa, o que tenho a dizer é que tenho muita pena ver que a maioria das pessoas vêm neste blog só a palavra ROMENO, o que está ai em questão são os ciganos romenos. como toda a gente sabe os ciganos não trabalham, daí serem estes a mendigar nas ruas tal como acontece com os ciganos portugueses (não há diferença), porque se forem ver o sucesso dos romenos estrangeiros nas escolas, até chega a ser superior à alguns portugueses. Porque não há romenos a mendigar nas ruas....e sim ciganos romenos. Por isso , mesmo o blog frisa isso!!

E se forem reparar também, os romenos sim sabem-se integrar muito bem no trabalho, os que não estão passam fome, mas é o que acontece com os portugueses na França e outros países se forem reparar bem. Qualquer imigrante começa por baixo.

E já agora porque é que o preconceito dos romenos existe? Porque as pessoas não se dão ao trabalho de se documentar, ficam-se pelas opiniões e criticas dos outros. E isto acontece com todos os outros imigrantes que de alguma maneira se afirmam de forma negativa e de facto são metidos todos no mesmo saco.
De andreia fonsca a 8 de Fevereiro de 2011 às 21:30
pois, é de ter muita peninha realmente, eles vem para cá mendigar de dia e roubar de noite, ou par os mais sensíveis , apanham o que está à mão de semear!!
lamento não compartilhar desse grupo solidário para com este povo, pois até ao presente só tive más experiencias, terem morar com eles no mesmo prédio e veremos de não mudam de opinião rapidamente, desde lixo, mau cheiro, aglomerados de 15 num só apartamento, ameaças, drogas, não trabalham e vivem dos subsídios do nosso pais que muita gente que descontou p eles, não os tem, e darem assim prioridade a essa gente "coitadinhos" como se eles trabalhassem e se há excepção há regra até as há, mas contam-se com os dedos das mãos, por isso digo...rua com eles p Roménia e viva SARCOZI !!!
De ANDREIA FONSECA a 8 de Fevereiro de 2011 às 21:37
ALIÁS .....lamento não me ter expressado correctamente..... não são todos os romenos são os romenos ciganos....esses sim , assim como os nossos ciganos que são uma nódoa na sociedade portuguesa.......nada mais tenho a dizer.........comentem por favor, estou ansiosa por ver quão humanos são os portugueses, com este povinho, já que com os próprios conterrâneos que vieram de África no 25 de Abril , de demonstravam tão racistas , que nem os autocarros podiam partilhar com medo de represálias..........viva Salazar que se visse tudo isto dava voltas no tumulo..
De mirela a 20 de Fevereiro de 2011 às 14:58
Em primeiro lugar tens que ler mais sobre Romania . Se calhar era bom ir lá ver a terra maravilhosa e o povo......Os ciganos são ciganos, como VOSSES também tem... Não digo que estou do lodo dos ciganos, porque de uma certa maneira tens razão , mas deixa de ser perfeita......Salazar esta morto e o governo não esta a fazer nada contra...... Conclusão ?....Quem e culpado?....Portugal, mas agora e tarde.Ja não esta mais nada a fazer. Ao respeito : Sarkozy ... Ele gasta dinheiro por nada....e o Portugal por acaso não tem dinheiro por isso e também não vale a pena, já tem bastantes dividas porque não esta governado como deve ser..... Não culpe em totalidade os ciganos//// ESPERO QUE ESTAS A VER QUE FALO SÓ DOS CIGANOS, E NÃO DOS ROMENOS,.....E ERA BOM SE TENS ALGUMA COISA A DIZER MAIS SOBRE CIGANOS, NÃO ESCREVE MAIS PALAVRA ROMENO, PORQUE ESTA DIFERENTE. E SE NÃO SABES.....COMO JÁ ESCREVI, LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO ANTES DE ESCREVER/////......Atentamente, Mirela Leta.
De Pedro a 23 de Abril de 2011 às 22:53
Sarbatoarea Sfanta a Invierii Domnului sa reverse asupra voastra sanatate,belsug si bucurii,iar Lumina din Noaptea Sfanta sa va ridice sufletele spre noi trepte spirituale si sa va insoteasca pasii pe drumul vietii.
De myckutz a 12 de Abril de 2011 às 22:24
"""""" terem morar com eles no mesmo prédio e veremos de não mudam de opinião rapidamente, desde lixo, mau cheiro, aglomerados de 15 num só apartamento, ameaças, drogas, não trabalham e vivem dos subsídios do nosso pais"""
Deve estar a confundir-nos!!!!As unicas drogas dos romenos sao: as mulheres e as bebidas!:D Estou aqui em Portugal a6anos,vivo no mesmo predio á 6anos num bairro de imigrantes,mas nunca encontrei um romeno drogado!!sabes porque?porque em romenia nao ha drogas em todos os cantos!os romenos nao tem tempo para isso!eles tem de trabalhar,porque nao ha almoço,jantar e pausa de cafe!os romenos nao procuram em portugal dinheiro ,pa!eles procuram desafios!aposto contigo que tu nao tens dinheiro para fazer uma excursao ate a romenia!a maioria de romenos que trabalham aqui ,deixaram em romenia moradias ,casas e campos maiores que a superficie portuguesa:D.E outro exemplo:comprei a segunda casa e aluguei para uma familia de brasileros de3
pessoas,mudaram-se15 em casa,e deixaram tudo estragado,roubaram a maquina de lavar e deixaram 800 euros em dividas!sobre os ciganos:nao todos sao ciganos!nao importa a raça,importa os principios,o caracter e a sua educaçao!!!
De Pedro a 23 de Abril de 2011 às 22:52
Fie ca Lumina Sfanta a acestei mari sarbatori sa-ti calauzeasca pasii,sa iti aduca sanatate si fericire care sa dainuie vesnic in preajma ta!Un Paste fericit alaturi de cei dragi!" HRISTOS A INVIAT"
De Pedro a 30 de Abril de 2011 às 21:33
Os Portugueses têm esquecido que eram ciganos da Europa nos anos 60,quando com a mala de madeira na mao em busca de trabalho e viviam em barracas na Alemanha e na Suíça e França:):):)
De Anónimo a 13 de Julho de 2013 às 19:26
Andreia, Não podia estar, mais de acordo, pelo menos no que respeita á má vizinhança que eles fazem. Realmente! Eu tenho como vizinhos não sei quantos romenos no piso por cima do meu e posso dizer que até agora foram os mais barulhentos que tive. Acho que estariam melhor a viver num sitio mais deserto onde não incomodassem ninguém Eu se tivesse poder de decisão sobre eles mandava-os de volta para o pais deles e sem direito a retorno.
De Mihaela a 22 de Julho de 2011 às 17:30
Lemento muito dizer isso mas, antes de falar e melhor informar, isso e valido para todos os portughezes.Eu nao acredito que alguma vez algum portughez foi tratado mal com noss somos tratados .Mas atençao encontrei muito agente mal educado mas encontrei agente muito bem educados por isso eu nao coloco o povo portughez em mesma pnela.O siganos romenos na verdade eles nao veio da romenia .Mas mesmo assim eu nao tenho nada contra eles sabe porque ?por que somos noss do mundo todo que damos dinheiro para eles,por isso eles gosta de essa vida .Tive opurtunidade de falar com uma cigana na Romenia ano passado que nao tinha nada aver com que acontece por aqui o no otros lados do mundo.Eles tambei trab tambei tei casas ou ate palacio que noss romenos o voces portughezes nao temos un terso do que eles tem e nao e do dinheiro roubado ou dinheiro pedido.Mas a falta de informaçoao para as pessoas me deixa triste

Comentar post

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Justiceiro Social Pessoal